Os caminhos do Yoga

O Yogasutra expõe as técnicas do que veio a ser chamado "Raja Yoga", o "Yoga Real", que também pode ser chamado "Yoga Clássico". Pela complexidade de suas técnicas e pela disciplina necessária à prática desse sistema, era claro que se tratava de algo que somente poderia ser integralmente seguido por alguém que renunciasse às suas atividades sociais para dedicar a vida exclusivamente a esse caminho

Mas, num amplo processo de assimilação cultural, surgiram aos poucos outras formas de Yoga, algumas delas populares, que enfatizavam certas características específicas do sistema original exposto por Patânjali. As mais conhecidas são as seguintes: Karma Yoga (Yoga da Ação), Bhakti Yoga (Yoga do Amor ou da Devoção) e Jñana Yoga (Yoga do Conhecimento).

Posteriormente, surgiu o Hatha Yoga (Yoga da União dos Contrários ou Yoga da Força). Trata-se da última formalização feita ao Yoga, na Índia, como contraponto à cultura dominante. É este o Yoga praticado majoritariamente hoje, em todo o mundo, ou alguma de suas derivações.

O Hatha Yoga realiza importantes revisões em relação ao sistema propostos por Patañjali e seus sucessores. Podemos mesmo dizer que o pensamento associado às técnicas do Yoga é amplamente aberto à revisão, algo que nunca cessou de ser realizado.